Estudo 7 - O Escudo - #Recomeço

Estudo #Recomeço

Efésios 6.16

O escudo

Pastor Ivan Geraldo Tresman




“E levem sempre a fé como escudo, para poderem se proteger de todos os dardos de fogo do maligno.”


Estamos estudando as armas de batalha e defesa que Deus deu para os cristãos – os seus soldados.

Paulo nos ensina que há uma batalha espiritual invisível acontecendo e, como soldados, precisamos estar sempre prontos para nos defender e contra-atacar o inimigo.

O inimigo nesta batalha é o Diabo. Lutero ainda cita mais dois: o mundo e a carne. Porém neste estudo vamos nos ater ao Diabo e seus anjos do mal.

Como o destaque do versículo é o escudo, vamos a ele:

O ESCUDO

Na ilustração de Paulo, ele pensa no escudo Romano, usado nas guerras para a ampliação do império. Era um escudo grande de mais ou menos 1,20m por 0,70m. Cobria todo o corpo do soldado, dando proteção completa. Normalmente era feito de couro, madeira e uma placa fina de metal. Resistente e durável, era algo em que os soldados confiavam para se proteger.

Estamos falando de uma arma de defesa e ela precisa ser colocada à frente. É exatamente isso que fazemos quando exercemos a FÉ e a confiança na Pessoa de Deus e na sua poderosa Palavra.

O escudo é dado, não conquistado, não feito pelos próprios soldados. A fé é um presente de Deus (Ef 2.8-9). Não é dada e nem conquistada pelas pessoas. E ela precisa estar sempre conosco, pois o inimigo é invisível.

A fé é no Deus triúno: PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO. Fé resumida no credo apostólico que nos descreve o Deus em quem cremos: Pai: criador, Filho: redentor, Espírito Santo: santificador.

O escudo da fé é o próprio exercício da fé verdadeira dada por Deus ao seu povo que capacita o crente a apagar todas as setas inflamadas do diabo. Nenhum dardo maligno é capaz de atingir a vida daquele que empunha o escudo da fé; isto é, daquele que deposita toda confiança no poder de Deus e possui a certeza inabalável em Suas promessas.

A defesa não está em nós mesmos ou em nossas capacidades, mas em Deus. Ele, sim, é o objeto da nossa fé! Portanto, crer no Seu amor e bondade para cada um de nós é a defesa. Deus deseja o nosso bem e a nossa salvação. Precisamos diariamente alimentar a nossa fé em sua palavra pois Deus ali afirma que Ele ama a todos com um amor sem igual. O apóstolo João o registra em (1Jo 4.10). A Bíblia nos afirma que Deus é fiel e todo poderoso. As Suas promessas não mudam nem com o tempo e nem com a cultura. Tiago nos afirma que “Ele não muda e nem varia de posição, o que causaria a escuridão.” (Tg 1.17). Portanto, o Deus em quem nós cremos é fiel, capaz e poderoso para “fazer muito mais do que nós pedimos ou até pensamos.” (Ef 3.20). Numa análise mais criteriosa, é Deus quem nos protege contra as ardilosas ações e ciladas do diabo. Deus é o nosso escudo. É essa a essência da Sua Palavra. Salomão escreveu: “Ele (Deus) é como um escudo para todos os que procuram a sua proteção.” (Pv 30.5). E Davi confirmou: “Deus é como um escudo para os que procuram a sua proteção” (Sl 18.30). O ESCUDO DA FÉ precisa ser usado e empunhado todos os dias!

OS DARDOS INFLAMADOS

Dardos são as flechas lançadas pelo inimigo para destruir, matar. Dardos inflamados são flechas incendiárias que eram lançadas contra os inimigos e que eram essenciais para derrotar. Dardos no sentido que Paulo usa são todas as tentações malignas que nos querem destruir e lançar no inferno. O Diabo usa dardos inflamados pois quer nos destruir por inteiro, senão pelas pontas das flechas, também pelo fogo que ela traz junto.

Persistentemente o diabo atira contra os crentes tentações, angústias, dificuldades, perseguições, maus pensamentos, sentimentos ruins de ódio, pensamentos perturbados, incredulidade, cobiça, irritação, tentação em todas as áreas, tristeza sem razão, medo, rebeldia, sensualidade, maledicência, mentiras, etc. Essas coisas são como setas inflamadas que tentam incendiar a vida do cristão com dúvidas e desejos contrários à Palavra de Deus. A intenção de Satanás é fazer com que os cristãos acreditem em suas mentiras, desconfiem das promessas de Deus e desobedeçam à Sua vontade.

A Bíblia descreve o diabo como um “leão que ruge” (1Pe 5.8) e seus rugidos se materializam em nossa vida nas acusações falsas, dúvidas nos sentimentos, mentiras apresentadas e tudo aquilo que nos amedronta, causando confusão e opressão. Satanás faz tudo isso tentando nos convencer de que Deus não se importa conosco nos momentos mais difíceis da vida. Ele sussurra que estamos abandonados.

O USO DIÁRIO DO ESCUDO

Para nos proteger esse escudo deve estar em perfeitas condições. Deus o fez perfeito, a fé que Deus nos deu é perfeita, porém ela pode ao longo das batalhas diárias ir se deteriorando e diminuindo a sua resistência. É por isso que a cada batalha os soldados precisam averiguar suas armas, para que não se quebrem diante das investidas do inimigo. Os cristãos precisam averiguar sua fé, seu escudo. Em quem tenho crido? Quem é o que me defende? Sou salvo por graça? Deus já perdoou todos os meus pecados? Posso dormir em paz? O Sacrifício de Jesus foi suficiente?

São essas e outras tantas dúvidas que o diabo lança sobre nós para nos destruir. Precisamos voltar sempre ao estudo e meditação da palavra, precisamos voltar sempre à Santa Ceia, precisamos diariamente afogar o velho homem para que ressurja o novo homem e esse viva em justiça e pureza diante de Deus. Ao recordar o batismo seremos assegurados de quem nós somos: filhos de Deus e herdeiros da vida eterna. E é por isso que seremos tentados, pois somos de Deus.

Deus monitora cada um de nossos movimentos. Ele controla até a queda de um fio de cabelo de nossas cabeças (Lc 21.18). Por isso, precisamos confiar muito mais em Deus e em Suas promessas. Crendo nEle, estamos, sim, protegidos, amparados e escudados dos pés à cabeça. Nós temos defesa, porque Deus nos deu o escudo da fé que se apega ao próprio Deus que nos criou, nos sustenta, nos redimiu por Jesus e sua morte de Cruz e ainda nos santifica pelo seu Espírito Santo, dando-nos sempre amparo e proteção. Com este escudo irmãos estaremos protegidos. Mas não descuidem de vossa fé. Alimentem-na na Palavra e Santa Ceia. E Deus nos guardará e lutará por nós e conosco todas as batalhas. Lute sempre na certeza da vitória em Cristo Jesus. Amém.

Questões para refletir:

- O diabo não pode te atingir quando você está protegido com o escudo, mas o escudo não impede o diabo de continuar lançando as flechas inflamadas. Você tem usado e feito a manutenção necessária em seu escudo, em sua fé? Você tem cuidado de sua fé? Como?

- Que importância tem o escudo da fé para você?

- O diabo usa de mentiras e usa vários meios para nos atingir. Como nos defender de mentiras que as mídias sociais divulgam acerca da fé que professamos?


Baixe o estudo completo em word

Faça sua inscrição para o #Recomeço

Seja voluntário no #Recomeço

Gostou? Compartilhe

Talvez você goste também

Fale com a gente

Olá! Envie sua mensagem. Ficaremos felizes em conversar com você.