E hoje em dia como é que diz: Eu te amo.

Em 1994 em um show no “Metropolitan” no Rio de Janeiro o vocalista da Banda “Legião Urbana”, Renato Russo durante a musica “Vamos fazer um filme” no momento em que diz: E hoje em dia como é que se diz eu te amo... a banda para de toca, Renato Russo então pergunta para a plateia: “E hoje em dia como é que se diz eu te Amo?”, todos em alto grito dizem: “Eu te amo”, e ele retruca: “Achei que era baby vamos dar uma saidinha”.

Isso em 1994, hoje 24 anos depois: como é que se diz eu te amo?

Podemos ainda usar as mesmas três palavras, a forma gramatical ainda pode ser a mesma, mas o sentido, o sentido ainda é o mesmo?

Se naquela época o sentido verdadeiro desta frase já havia sido jogado no lixo, o que poderíamos dizer: Hoje em dia....

Amamos os gatos, os cachorros, o carro, o time de futebol, uso essa frase para conseguir benefícios... e o verdadeiro sentido ficou obsoleto, ou esquecido.

Aliás você sabe o que significa verdadeiramente: Eu te amo.

O que estaria dizendo para alguém quando você fala esta frase.

Se você já esqueceu, nunca entendeu ou nunca soube, Deus nos dá uma pista, eu diria muito mais que uma pista, Deus escancara a verdade em nossa cara.

Para ele o verdadeiro sentido de amor, envolve vida... mas não viver e sim dar a vida.

Em sentido total escolher algo ou alguém dar a vida .

Você daria a vida pelo teu gato.... pelo cachorro, pelo carro, pelo time de futebol...

Mas você daria a vida por alguém....? – então você ama essa pessoa.

Em uma visão Divina, Bíblia, teológica... antes de dizer “Eu te amo” para algo ou alguém pergunte-se: Eu daria a minha vida...

Se a resposta for sim.... Eu daria a minha vida... podes tranquilamente dizer: Eu te amo.

Agora se a resposta for: Não ou quem sabe... ainda não é bem assim...

Ou então quando alguém lhe dizer: “Eu te amo”, pergunte a você mesmo: Este ser morreria por mim.

Podemos até mentir com nossos lábios, podemos mentir com nosso cérebro, mas jamais mentiremos com nossos corações e ações.

E em última análise as nossas ações são controladas por nosso coração... não por nosso cérebro... somos controlados por nossas emoções.... podemos até disfarçar, podemos até tentar enganar as pessoas, mas nunca conseguiremos enganar a nós mesmos, em certo momento a verdade prevalecerá.

Portanto a resposta não é mental e sim emocional.

Eu te amo.

Se olharmos o amor nesta ótica podemos falar um dos versículos mais conhecidos do mundo... Deus amou o mundo tanto de tal maneira, não estamos falando de quantidade...

Na ótica de Deus não existe maior ou menor amor, a forma não é de tal tamanho ou ama mais a mim do que os outros, ou mais do que os outros do que a mim.

Deus amou o mundo da maneira como se pode amar, assim, desta forma, e isto está vinculado a cruz e ao filho, que morreu.

Sim, morrer em uma cruz era muito pesado era uma forma grotesca, mas existiam formas mais bizarras de levar a pessoa a morte.... Porque a Cruz? Cristo mesmo responde: Assim como Moisés levantou a serpente no deserto...

Não somente o parte física da cruz mas também o abandono e a solidão.

Cristo foi deixado de lado por Deus.... e ai vem o puro sentido do amor por nós: Deus amou (no sentido puro da palavra) que deixou (abandonou, virou as costas) o seu filho unigênito.

E ai está o cerne do amor de Deus.... a pureza de seu amor...

A pureza do amor.

Até a próxima Sexta.
Eli “Batatinha” Müller

Gostou? Compartilhe

Talvez você goste também

Fale com a gente

Olá! Envie sua mensagem. Ficaremos felizes em conversar com você.